sábado, 23 de maio de 2015

100 ESFERAS DO TAMANHO DE JÚPITER E NETUNO ENTRARAM NO SISTEMA SOLAR NOS ÚLTIMOS DOIS ANOS

Cem ( 100 ) esferas do tamanho de Netuno ou Júpiter entraram em nosso sistema solar nos últimos 2-3 anos. Muitas outras do tamanho de nossa Lua entraram entre 1999 e 2001. David Wilcock
A parte negativa do Pentágono e o grupo cabal ficaram enormemente animados e encorajados com esta noticia, achando que era o retorno de seus deuses sumerianos Annunakis. No entanto as esferas se colocaram em / e permaneceram invisíveis e não responderam a qualquer forma de comunicação do grupo cabal (iluminattis).
O grupo cabal utilizou então um armamento extremamente avançado tecnologicamente para atacar uma das esferas, uma das do tamanho da Lua. A esfera acendeu, inflamou, tornando-se um ponto vermelho no espaço (significantemente menor do que a Lua obviamente por estar muito mais longe) e redirecionou o raio de volta a base do grupo cabal de onde este “raio” partiu, matando dezenas de membros das equipes operacionais dessa base.
Desde aquele momento foi determinado pelos Seres destas esferas proibição para qualquer tipo de vôo em volta da Terra e uma quarentena no Sistema Solar. Ninguém sai. Ninguém entra. Incluindo comunicações. Isto incluiria os grupos ETs positivos – as Confederações e Federações e etc. – sendo assim, seriam então um novo grupo extremamente avançado.
O grupo que apareceu das esferas foi chamado de “BLUE AVIAN” [Aves Azuis, em tradução literal]. Os seres destas esferas (Sphere Beings) como o grupo todo foi chamado – são na verdade, até onde sabemos quatro grupos. Até agora dois grupos foram apresentados, este o primeiro.
Por mais tolo que isso possa parecer, eles medem quase 3m de altura são humanóides com características das aves, derivados das aves, com a cabeça de pássaro e brilhantes penas azul-índigo. Eles têm as mãos e os pés de aparência normal. A cabeça é uma sinergia entre aves e humanos. Existem outros tipos de aves em outros sistemas solares também. Não é comum, mas ocorre.

Os índios Hopis possuem lendas sobre o “Povo Pássaro” que vieram ajudá-los. Temos claramente as pinturas egípcias retratando o Deus do Sol RA (cabeça de ave). Temos o “TENGU”, os homens-pássaros que fazem parte das lendas míticas japonesas.

Entre os ETs temos – entre inúmeros outros grupos – os fisicamente parecidos com humanos – o tipo mais comum em nossa galáxia – os fisicamente parecidos com insetos, os insectoides, com mamíferos propriamente ditos, com aves, do mar, etc. Teríamos também as variações e misturas.
O informante (GoodETxSG) participou da reunião, depois soube que a sua presença foi solicitada pelos Aves Azuis. GoodETxSG foi informado que eles – os Azuis – não fizeram NENHUM tipo de contato com o grupo cabal.

Outras fontes que tenho, afirmaram que os Blue Avians estão se aproximando do centro do sistema solar e isso está gerando pânico e grande preocupação por parte dos illuminatis/cabala escura. Eu não faço idéia se poderemos ter a chance de ver fisicamente esses seres (Blue Avians). Esse grupo age completamente nos bastidores, isso é uma grande aprendizagem para todos nós no sentido de entender a complexa e gigantesca variedade de seres e raças que existem no cosmo.

De acordo com GoodETxSG, os Blue Avians afirmaram que tais esferas NÃO SÃO suas naves, pois eles não precisam mais de “naves” para se deslocar no cosmo. Os Blue Avians explicaram que o motivo da entrada dessas gigantescas esferas no sistema solar foi para proteger/aliviar a nossa estrela (Sol) do “tsunami” de tempestades de energias altamente carregadas e vibracionais vindos do centro da galáxia. Sem essa proteção o nosso Sol iria desestabilizar gerando gigantescas e poderosas tempestades magnéticas causando grandes cataclismos na Terra.

Afirmaram para a necessidade de a população começar a ter uma dieta de freqüência vibratória maior (muitas frutas, verduras e legumes).

Os Azuis solicitaram que GoodETxSG trouxesse toda a informação a público, também disseram que um dos cinco principais grupos do PES – Programa Espacial Secreto, grupo este denominado Solar Warden aliou-se a eles e que estariam trabalhando para a libertação do planeta. Também afirmaram que muitos dentro do grupo cabal estão desertando para a Aliança e que o grupo cabal estaria buscando a violência como desespero e isto não seria tolerado.

O objetivo dos Azuis na Terra seria – segundo eles próprios – garantir que os ciclos de guerra, fome, dor e medo não continuem; querem – segundo eles próprios – que a nossa sociedade se transforme numa sociedade de paz e amor. E que esta transição seja a mais suave possível.

Eles, os Azuis, afirmaram em um determinado momento que não são salvadores, estão aqui somente para ajudar e que teríamos que fazer o ‘trabalho’ nós mesmos.

Os Azuis parecem ser como escreveu David Wilcock, como os RA que apresentaram o “The Law of One”.

Wilcock disse: “A coisa mais estranha sobre os Azuis é que não necessitam de nenhuma tecnologia,
simplesmente aparecem do nada. Sabíamos que Ra era um dos grupos gerenciando a transformação da Terra, mas nunca imaginamos que apareceriam assim”.

O Material de RA / The Ra Material (conhecido também como The Law of One / A Lei do Uno em edições subsequentes) é uma coleção de uma série de transcrições de mais de 100 sessões de autoria de uma entidade inteligente chamada Ra, que se autoproclamam um grupo de almas individuais em um nível maior de evolução espiritual, canalizados por Carla L. Rueckert (McCarty) no inicio de 1980. Apresentam comentários de descrições do dialogo entre Don Elkins and Ra, e foram publicados entre 982 e 1998 pela Schiffer Books. Os editores atribuem a autoria dos textos a Don Elkins, Jim McCarty, and Carla L. Rueckert. O material alega também que Ra é um ser de origem extraterrestre e que Ra uma vez visitou o antigo Egito e ajudou na construção das pirâmides.   
Fonte:thoth3126


quinta-feira, 21 de maio de 2015

 

    Abduções - Cruzamento entre Humanos e Alienígenas.







Um evento típico Abdução
       

                                                                Introdução

Abduções são uma série complexa de eventos e procedimentos dirigidos pelos seqüestradores para abduzidos passivos ou controladas. Em raptos típicos ou comuns, os seres humanos são levados para fora de seu ambiente normal por alienígenas. As pessoas tornam-passivo e não pode resistir. 
Eles são levados a bordo de um UFO, suas roupas são removidas e eles são feitos para mentir sobre uma mesa. Uma série de procedimentos físicos, mentais e produtivas são, então, administrado aos sujeitos. Corpos físicos das pessoas são sondados e examinados. O esperma é feita, os ovos são colhidos.

Os alienígenas realizam procedimentos fixos durante o qual eles olhar nos olhos dos abduzidos a uma distância de apenas uma ou duas polegadas. Estes procedimentos "varredura mental" parecem ser manipulações neurológicas que dão aos estrangeiros a possibilidade de "entrar" mentes das pessoas.

Após os procedimentos da tabela, abduzidos relatam que eles são por vezes levados em outras salas onde eles são obrigados a ter a pele em contato com a pele com os bebês olham incomuns. Abduzidos dizer que esses bebês parecem ser cruzamentos entre humanos e alienígenas. Eles os chamam de "híbridos". Abduzidos também ver crianças híbridas, jovens mais velhos, adolescentes e adultos.

Às vezes os abduzidos relatam que eles são obrigados a realizar tarefas, que são "testadas" de alguma forma. Eles dizem que as máquinas são trazidas para examiná-los. Eles às vezes são obrigados a ter uma forma de relação sexual com outros seres humanos, e às vezes com adolescentes e adultos híbridos. Eles são devolvidos ao seu ambiente normal e em poucos segundos, eles esquecem o que acaba de acontecer com eles.

Remoção da roupa

As roupas são removidas do abduzido, aparentemente, por três razões: 1 facilita os procedimentos que os alienígenas estão prestes a fazer; 2 ajuda a prevenir a propagação da infecção e da doença para os híbridos e 3, que impede o roubo de instrumentos e outros artefatos.

O Exame

Durante anos, os pesquisadores pensaram que o exame foi o motivo de um rapto. Ele lhes permitiu pensar o fenômeno da abdução como um "estudo" ou "experimento". Na verdade, o exame, tendo lugar durante a maioria das abduções, raramente é o motivo de uma abdução. Pelo contrário, normalmente é um procedimento preliminar realizado antes de o principal objetivo do seqüestro.

O exame é bizarro. Ele geralmente implica aliens correndo os dedos sobre o corpo de uma pessoa. 
O que exatamente é realizado por esta é desconhecida. No entanto, evidências recentes sugerem que o exame é baseado principalmente neurologicamente com os seres com especial atenção para o sistema nervoso. Assim, examinar de perto o cérebro, a coluna vertebral, e outros sites neurológicos específicos.

Varredura mental

Varredura mental é um procedimento no qual um olhar pares alienígenas diretamente nos olhos de um abduzido a uma distância de alguns centímetros ou menos. A abduzida não pode fechar os olhos ou evitar o seu próprio olhar. Quando perguntado o que está acontecendo na mente do abduzido durante este procedimento, os abduzidos relatam ter uma variedade de estados emocionais e de ver as imagens. 
A evidência sugere que o extraterrestre está neurologicamente se envolver com o nervo óptico e usá-lo como um canal através do cérebro e em outras vias neurais. O extraterrestre pode gerar qualquer emoção ou a imagem que ele quer que o abduzido a sentir ou ver.

Muito freqüentemente a varredura mental está ligada a colheita de ovos. O extraterrestre solicita a estimulação sexual a um alto grau e, em seguida, em um momento específico começa um procedimento interno em que um óvulo é colhido.

Por causa da intensidade dos abduzidos de experiência muitas vezes erroneamente relatam que eles e o extraterrestre têm "colada" em uma pessoa, ou que o extraterrestre quer "experimentar o que é ser humano" por este procedimento. Eles também têm confundido a varredura mental para ter relações sexuais com o extraterrestre.

Óvulo e o espermatozóide colheita
É um aspecto lamentável, mas constante do fenômeno de abdução que os estrangeiros tomar óvulos e espermatozóides a partir de pessoas em uma base rotineira. Para as mulheres, envolve a introdução de instrumentos que levam ovos ou recém-maduras ou invadir o ovário para folículos. Há algumas evidências que sugerem que os estrangeiros podem realizar a maturação do óvulo rápido e liberar através de varredura mental para fins de colheita. A colheita pode ser realizada em qualquer idade.
Para homens, o esperma é extraído mecanicamente por um dispositivo colocado na área genital. Às vezes, estes dispositivos são pequenos e portáteis, outras vezes eles são em carrinhos ou fixado à parede.
Às vezes as mulheres abduzidos são trazidos para as relações sexuais com homens. Estes são os procedimentos de coleta de esperma e não refletem qualquer interesse particular na sexualidade pelos alienígenas.

Fetal Implante e Extração

 De tempos em tempos as mulheres têm procedimentos internos mais complicados. 
Eles relatam que algo está sendo colocado neles. Às vezes, os extraterrestres lhes dirá após este procedimento: "Agora você está grávida." No dia seguinte, me sinto grávida. Um teste de gravidez precoce ou uma viagem para o seu ginecologista confirma isso. Depois de cerca de 9-11 semanas, outro abdução segue e o feto é removido.


                                                                                                                                    
Incubatório
Incubatório com fetos em recipientes de líquido.
  
Às vezes, as mulheres, e os homens e até crianças será levado para uma sala especial em que eles vêem muitos recipientes de líquido ou em colunas ou em linhas de encontro à parede. Suspenso em cada recipiente é um feto. Os alienígenas dizer o abduzido que um ou mais dos fetos é o abduzido do. Por que os alienígenas realizar esta "visão" é desconhecida.

Os bebês híbridos
Bebê híbrido com pupilas negras dilatados.

Freqüentemente as mulheres são levados para uma sala cheia de bebês em suportes especiais. 
Eles são obrigados a ter contato pele-a-pele com o bebê e, se um determinado procedimento foi realizado durante a fase de exame, eles são orientados a cuidar do bebê. Os abduzidos descrevem os bebês como parecendo um cruzamento entre humanos e alienígenas. Eles dizem que são "híbridos". Os bebês são fleumático e não têm as reações dos bebês humanos normais. 
Muitas vezes, as vítimas pensam que os bebês estão doentes. 
A evidência parece sugerir, no entanto, que este é o seu estado normal. Homens e crianças muitas vezes têm contato pele-a-pele com os bebês.

Crianças e Jovens
,. 
Os seres humanos são levados a uma sala especial, onde se deparam com crianças híbridas 2 anos de idade a 10. À medida que as crianças híbridas crescer, seu contato com os seres humanos se torna mais complexo. Como crianças que se envolvem em comportamentos de jogo, muitas vezes ajudado pelo abduzido que é necessário para ensinar-lhes jogos para jogar. 
Eles são vistos às vezes brincando com seus brinquedos específicos. As crianças humanas são obrigadas a jogar com os híbridos como iguais e também ensiná-los jogos.

 Crianças Hibridas 
 Adolescentes
  
Quando os híbridos são adolescente, seus papéis no fenômeno da abdução expandir. Eles são usados ​​como auxiliares em procedimentos de abdução. Eles ajudam os alienígenas e híbridos adultos. Alguns deles têm dispositivos tecnológicos mais sofisticados para a sua diversão. 
Outros têm mais contato com os seres humanos, às vezes de natureza sexual

Adultos

Híbridos adultos têm vindo a jogar o que parece ser um papel cada vez mais importante no fenômeno da abdução. Eles foram descritos como a realização de procedimentos de abdução na companhia de extraterrestres. Nos últimos anos, os abduzidos descrevem eventos completos seqüestros realizados por híbridos sem a supervisão de extraterrestres. Eles também se envolveram em relações sexuais com híbridos, ignorando os procedimentos de colheita e de implantação de ovos alienígenas de abduzidos do sexo feminino.

Projetos pessoais Híbridos

Os abduzidos relatam que alguns híbridos tiveram em curso, complexo, o contato com eles desde que eram crianças. Eles vêem o mesmo híbrido muitas vezes ao longo dos anos. A idade híbridos ao mesmo ritmo que os abduzidos. Seu relacionamento é geralmente reprodutivamente orientado. Às vezes os abduzidos têm sentimentos muito positivos em relação a projeto pessoal Hybrid, outros têm sentimentos extremamente negativos sobre o que eles consideram abusiveness híbrido. alguns híbridos Projeto pessoal estão exclusivamente interessados ​​na vida humana e das relações. 
Nenhum deles está interessado em aspectos políticos ou institucionais humanos da sociedade.

Procedimentos Neurológicos

A base neurológica de muitos dos procedimentos listados abaixo só agora está sendo identificado. 
O significado completo desses procedimentos não é totalmente compreendido, mas eles são indicativos de 'capacidade de controlar os seres humanos "os aliens processos neurológicos. 
Aspectos deste controle neurológico pode ser feito sem olhar (varredura mental) procedimentos.

Prevendo

Aliens, por vezes, colocar imagens na mente abduzidos que depois "vista" como se estivessem acontecendo na realidade. Estas visões são muitas vezes de cataclísmico eventos de guerra, explosões atômicas, destruição de meteoritos, terremotos, e assim por diante. Em outros momentos, eles podem ver cenas rotineiras de classe média piqueniques de vida, andando em um parque, e assim por diante. Embora a razão para que o conteúdo não seja totalmente compreendido, os dados recentes sugerem que a visualização dessas cenas tem uma importante função neurológica em que o seqüestrado será solicitado a realizar alguma atividade no futuro.
  
Às vezes, as cenas de devastação característicos ou vida mundana são apresentados em uma tela. Muitas vezes, eles são acompanhados por olhando procedimentos realizados pelos alienígenas enquanto os abduzidos observar as telas.

Encenação

Abduzidos será obrigado a jogar fora uma "farsa", em que eles são feitos para acreditar que alguns eventos pré-arranjados estão ocorrendo e que eles devem interagir na cena (o que eles acreditam ser real) com os extraterrestres ou outros abduzidos. Isso também pode ser um procedimento neurológico para a atividade futura.


Testes (treinamento)

Os abduzidos são obrigados a sentar em um console e operar um dispositivo eletrônico, como para um objetivo específico. Pode-se manter um ponto entre as linhas em uma tela, ou apertando o botão "correta" ao ouvir um tom. Estes são considerados procedimentos de treinamento neurológico para a atividade futura.

Procedimentos Diversos
  
Existem muitos outros processos que abduzidos relatório. A maioria parece estar a serviço de objetivos específicos dos alienígenas para seu programa. Alguns dos procedimentos que os abduzidos relatório incluem sendo treinados para "resgatar" os seres humanos e alienígenas. Eles relatam sendo treinados em controle de multidões e pacificação. Eles relatam aprender a trabalhar ao lado de híbridos fazendo procedimentos de abdução. Eles são informados de que eles saberão o que fazer quando chegar a hora.

Fonte: UFOS ON LINE
________________________________________________________________________









  


domingo, 17 de maio de 2015

Mitológica Ilha de Hy-Brasil?

Hy-Brasil começou a aparecer nos mapas em 1325. 
Sem dúvida, você já ouviu falar bastante sobre Atlântida, a cidade perdida no meio do oceano que separa as Américas da Europa e África. A lenda foi tão famosa na antiguidade que, até hoje, se fala do local. Entretanto, o que muita gente não conhece é a lenda da segunda ilha perdida no Atlântico. Essa seria a Ilha de Hy-Brasil, encontrada por alguns navegadores a oeste da Irlanda. As histórias desses exploradores são tão vívidas e, em certo ponto, coerentes, que a maioria dos mapas feitos nos séculos XIV e XV posicionam o local praticamente na mesma região.
Muita gente acredita que o mito de Atlântida teria profundas relações com a possível existência de Hy-Brasil. As descrições de ambas as lendas falam de uma sociedade avançada cheia de riquezas e perdida no meio do oceano. Ao contrário de Atlântida, que estaria afundada para sempre no mar, Hy-Brasil é um local que aparece aos olhos humanos uma vez a cada sete anos.
O nome do Brasil tem a ver com essa ilha mitológica?
Existe a possibilidade de isso ser verdadeiro. Entretanto, como sabemos, o Pau Brasil é a fonte mais provável do nome de nosso país, mas a origem da designação dessa árvore pode ser relacionada às lendas de Hy-Brasil. Fora isso, como a ilha seria um local cheio de riquezas, é possível ainda que o país tenha de fato recebido esse nome por conta também de suas riquezas naturais em analogia.
Outra teoria mais especulativa fala sobre os elementos da nossa bandeira relacionados ao formato da ilha de Hy-Brasil. O local mitológico seria uma formação de terra em formato de um círculo perfeito com um canal em semicírculo o cortando ao meio. Coincidência ou não, o círculo central da bandeira brasileira tem exatamente esse desenho.
 Hy- avançada, cheia de ouro, prata e outras riquezas Brasil seria uma sociedade. ,
O globo do céu azul com as estrelas representando as unidades da federação é cortado por uma figura no mesmo estilo do canal de Hy-Brasil, onde encontramos o nosso lema. Entretanto, o significado oficial para essa representação é simplesmente a Linha do Equador que cortava o norte do antigo território do Pará.
O surgimento da lenda
A ilha misteriosa que aparece a cada sete anos começou a ser colocada nos mapas a partir de 1325, muito tempo antes dos portugueses chegarem a esta parte da América. O cartógrafo genovês Angelino Dalorto marcou a ilha a oeste da Irlanda. Depois disso, diversos cartógrafos seguiram o exemplo do genovês e fizeram o mesmo.
Como a localização marcada nos mapas, a ilha passou a ser procurada com o objetivo de verificar a sua existência e definir a sua localização correta. Entretanto, a tarefa nunca foi fácil. Mesmo assim, alguns navegadores afirmam ter conseguido colocar os pés no local mitológico e trazido ouro, prata e até um ancião provenientes de Hy-Brasil.
Uma neblina deixa transparecer a ilha a cada sete anos. ,
Expedições saíram de Bristol em 1480 e 1481 para procurar a Ilha Brasil, e uma carta escrita pouco depois do retorno de John Cabot de sua expedição de 1497 relata que a terra por ele encontrada (hoje chamada Terra Nova) havia sido "descoberta no passado pelos homens de Bristol que encontraram Hy Brasil".

Em 1636, um certo capitão Rich reportou ter avistado a ilha Brasil para além da costa da Irlanda com “um porto, e terras cultivadas no interior”, mas quando tentou um desembarque, ela “desapareceu na neblina”.

Outro relato vem de 1644 de Boullage Le Gouz, que afirmou que “a três milhas do seu navio viu a ilha fantasma, com árvores e gado”.

Uma carta muito longa escrita em 1675 por William Hamilton de Derry contém um dos relatos mais detalhados de O’Brazile. Endereçada ao primo vivendo em Londres, a carta explica porque outro primo comum, Mathew Calhoon, havia requerido a Charles I de Inglaterra a concessão de uma patente de propriedade para a ilha encantada de O’Brazile. Calhoon acreditava que “a ilha tinha sido completamente descoberta… e o encantamento quebrado.”

Hamilton relata como a ilha tinha sido encontrada pelo capitão John Nisbet de Killybegs, em County Donegal, Irlanda, em 1674. Em Setembro desse ano, Nisbet Donegal, encheu vários navios com manteiga, sebo e couro e velejou para França; na viagem de regresso comprou vinhos franceses. Quando estava perto da costa da Irlanda na volta de regresso, e exatamente quando o Sol se levantava, “subitamente caiu o mais terrível e espesso nevoeiro sobre o mar, que continuou durante três horas”. Então, a névoa levantou-se e ele e seus homens encontraram-se numa costa desconhecida. Eram águas familiares aos marinheiros, mas este lugar era-lhes completamente novo. Uma vez que o vento os levava perigosamente perto de terra, com rochedos não muito longe, sondaram o fundo do mar e ancoraram com três braças (5,5 metros) de profundidade.

Quatro dos oito tripulantes foram a terra. Depois do desembarque, atravessaram “um pequeno bosque… e encontraram um vale verde muito agradável cheio com muito gado, cavalos e ovelhas alimentando-se. Viram um castelo muito forte e dirigiram-se a ele para procurarem saber onde estavam e o que deviam fazer. Mas ninguém lhes respondeu às suas pancadas na porta, nem ouviram algum som de alguma criatura - nem sequer o ladrar de um cão. Passaram o resto do dia explorando a ilha, e embora vissem muitos animais, não havia ninguém a quem perguntar onde estavam. Com a aproximação da noite, regressaram para a costa e fizeram uma fogueira para se aquecerem do frio. Imediatamente, ouviram um “som terrível e hediondo” vindo de toda a ilha, mas especialmente do castelo; terrificados, apressaram-se a ir para o navio.

Na manhã seguinte, logo que o Sol subiu, um homem idoso e os seus seguidores apresentaram-se na costa da ilha. Os marinheiros aprenderam então que os antepassados do ancião tinham sido outrora príncipes nesta ilha, chamada O’Brazile, mas que ele e outros tinham sido “tiranicamente encerrados no castelo pelas artes maliciosas de um negromante” que amaldiçou a ilha, tornando-a inútil e invisível a mortais. Mas agora, o “feitiço de encantamento fora quebrado [pelo fogo], o tempo maldito tinha expirado” - eles eram agora livres do aprisionamento, e a ilha podia ser de novo visível para sempre.” Roderick O’Flaherty, em A Chorographical Description of West or H-Iar Connaught (1684) conta que “Há uma pessoa ainda viva, Morogh O’Ley, que imagina que esteve pessoalmente em O’Brasil por dois dias e viu para além dela as ilhas de Aran, Golamhead, Irrosbeghill e outros lugares no continente ocidental com que está familiarizado.” Outros navegadores alegaram ter visto a ilha ou mesmo desembarcado nela.

A última vez em que a ilha Brasil teria sido divisada foi no verão de 1872, quando o escritor T. J. Westropp e vários companheiros viram a ilha aparecer e desaparecer. Era “uma tarde clara, com belo pôr-do-sol dourado, quando no momento em que o Sol se punha, uma ilha negra apareceu subitamente no horizonte, longe no mar, mas não no horizonte. Tinha duas colinas, uma arborizada; entre elas, numa planície baixa, erguiam-se torres e rolos de fumo”. Outros, navegando com ele, “viram-na ao mesmo tempo… com uma aparência tão realista.” Esta teria sido a terceira vez que Westropp a via, mas nessa viagem levou sua mãe e alguns amigos para verificar a existência da ilha.

 O relato mais famoso sobre uma viagem ao local foi o do Capitão irlandês John Nisbet. Segundo ele contou, seu navio estava navegando próximo à costa irlandesa e, de repente, uma neblina se formou. Assim que ela desapareceu, os tripulantes perceberam que o barco estava já muito próximo das rochas. Eles ancoraram e, em seguida, quatro membros da tripulação foram visitar a ilha.

Um dia após a partida, os visitantes voltaram ao navio com ouro e prata e trouxeram também o velho homem mencionado anteriormente. Assim que o navio retornou para a costa irlandesa, outro foi mandado para Hy-Brasil, que também conseguiu encontrar o local. Além desses, dezenas de histórias foram contadas sobre o lugar que nunca mais pôde ser comprovado.
Além disso, estudos na região onde deveria estar a ilha de Hy-Brasil mostram que já pôde ter existido terra firme naquele local, levando em conta traços como a presença de algumas conchas e o relevo do fundo do mar ali e até no norte da Irlanda.
A localização exata da ilha nunca pôde ser comprovada. ,
Hoje, mesmo com o monitoramento por satélite de todo o globo, a ilha de Hy-Brasil nunca mais foi avistada. Se a lenda realmente fosse verdadeira, isso poderia ser explicado pelo curto período de aparição do local, que pode ter driblado as visitas dos satélites sobre a Irlanda.
Mas o que você acha? Esta ilha misteriosa realmente existe ou existiu nos séculos 

anteriores? Teria Teixeira Mendes, o criador do formato atual de nossa bandeira, se 

inspirado no desenho da ilha misteriosa? 

·         FONTE -Historic Mysteries






quinta-feira, 14 de maio de 2015

  GUERRA POR ÁGUA DESENHA UM FUTURO CRÍTICO

Em 15 anos, a crise de água piorará em todo o mundo, de acordo com a ONU. Relatório recém-divulgado prevê que haverá 40% menos água do que o necessário para o consumo. O mundo ampliará as fatias de população vivendo sob “estresse de água”, na expressão da ONU.
Quase 800 milhões de pessoas ainda não têm acesso a fontes de água potável de qualidade. Os mais afetados são pessoas de baixa renda, e entre estas, as mulheres em especial.
Os estudos mostram que para cada dólar investido na proteção de uma área de captação, até 200 dólares podem ser economizados no tratamento de água.
Estudiosos preveem que em breve a água será causa principal de conflitos entre nações.
A distribuição desigual é causa maior de problemas. Entre os países, o Brasil é privilegiado com 12% da água doce superficial no mundo. É o país com maior disponibilidade hídrica em rios do mundo, a poluição e o uso inadequado comprometem esse recurso em várias regiões. Abriga o maior rio em extensão e volume do Planeta, o Amazonas. Mais de 90% do território brasileiro recebe chuvas abundantes durante o ano e as condições climáticas e geológicas propiciam a formação de uma extensa e densa rede de rios, com exceção do semi-árido, onde os rios são pobres e temporários.
Essa água é distribuída de forma irregular, apesar da abundância em termos gerais. A Amazônia, onde estão as mais baixas concentrações populacionais, possui 78% da água superficial. No Sudeste, essa relação se inverte: a maior concentração populacional do país tem disponível 6% do total da água.
São Paulo, cidade nascida na confluência de vários rios, viu a poluição tornar imprestáveis para consumo as fontes próximas e tem de captar água de bacias distantes, alterando cursos de rios e a distribuição natural da água na região.
Na última década, a quantidade de água distribuída aos brasileiros cresceu 30%, mas quase dobrou a proporção de água sem tratamento (de 3,9% para 7,2%), e o desperdício assusta: 45% de toda a água ofertada pelos sistemas públicos.
A água disponível no território brasileiro é suficiente para as necessidades do país, apesar da degradação.
O consumo de água médio por habitante no Brasil atinge 200 litros por dia. Por exemplo, 90% das atividades modernas poderiam ser realizadas com água de reuso. Além de diminuir a pressão sobre a demanda, o custo dessa água é pelo menos 50% menor do que o preço da água fornecida pelas companhias de saneamento, porque não precisa passar por tratamento. Apesar de não ser própria para consumo humano, poderia ser usada, entre outras atividades, nas indústrias, na lavagem de áreas públicas e nas descargas sanitárias de condomínios.
É melhor participar e estimular a preservação do que aprender por meios mais drásticos. Como escreveu a poeta americana Emily Dickinson (1830-1896), “a água se ensina pela sede”.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

MENSAGEM DE ASTHAR

Ashtar - "O início da ruptura do plasma negativo / Calor Solar / Sentimentos Turbulentos / O Perdão" - 07.02.2015



Saudações, Família,

Com essa nova fase em andamento, querida família, assim como mencionei nas minhas mais recentes mensagens (Aqui e Aqui), vocês estão passando por um processo extremamente importante. Processo esse que está alinhando-os novamente com a sua ancestralidade e com todos os potenciais já inerentes em vocês. Vocês estão se reconectando com a sua família cósmica e, não tão redundante, adquirindo novamente os seus poderes e reaprendendo a usá-los de forma mais eficaz.

Naturalmente, neste tempo, há muitas perguntas sobre tudo que tem acontecido na Terra, em volta dela e, principalmente, no interior de cada um de vocês. Uma das perguntas mais frequentes é o porquê de tanta tristeza e agonia no interior de alguns. Queridos, sabe-se que essa fase tão importante do caminho é uma fase de limpeza e realinhamento, como disse e, assim, muito do que está guardado está vindo para fora de forma a ser limpo e cristalizado. Nós sabemos que, para muitos de vocês, o sentimentos de saudade, dor, tristeza e angústia dilaceram as suas almas. Ainda mais quando o seu consciente não sabe exatamente o porquê de tais sentimentos, uma vez que segundos atrás estava tudo bem, ao seu ver. O ego humano luta, constantemente, para se manter vivo, já que, nesta nova fase, a unidade plena está vindo à existência e o ego, sabendo disso, desespera-se e lança muitas das suas energias numa luta desenfreada pela sobrevivência. Como sempre, o amor e a compaixão é o caminho para o alívio.

O turbilhão de energias que envolve vocês todos agora está promovendo a limpeza e o realinhamento em vocês, ele é, sem dúvida, um presente divino. Pedimos que, quando depararem-se abatidos e tristes, considerem respirar por alguns momentos e procurar um lugar onde possam ter o contato com a natureza. Isso os ajudará a liberarem, de forma suave e sem sofrimento, determinadas energias guardadas no seu interior que vocês nem se lembram que carregam. (Nota: Se não podem, no momento, ir até a natureza, considerem fechar os olhos, respirar, e trazer mentalmente a natureza até vocês.) Queridos, lembrem que vocês tiveram muitas e muitas vidas sobre a Terra e, em muitas delas, houve muita dor e sofrimento; isso precisa sim ser restaurado e limpo. O início da ruptura do plasma negativo irá trazer muito sentimento de alívio, como se estivessem saindo de uma sala fechada e abafada e indo ao encontro do ar puro e refrescante. Esse plasma negativo manteve vocês em estado de amnésia, impedindo-os de saber quem são e de ter um contato mais direto com a sua família estelar. A fase de ruptura está em andamento e suas meditações e intenções positivas intensifica o processo. Não desistam. 

Vocês devem apenas permitir que a energia faça a limpeza e reconecte-os, mais uma vez, aos bons sentimentos. Não resistam, não insultem, não critiquem, apenas aceitem, de coração aberto, e se entreguem ao processo. Esse processo foi uma escolha sua, que decidiu, como ser soberano, vencer a densidade através da dedicação e amor.  Vocês são exemplos agora para milhares de outras civilizações que assistem ao seu progresso e a sua vitória sobre as trevas, através do amor, fé e benevolência. Esse não é o momento de críticas, julgamentos e desapontamentos, devido a algumas coisas que estejam sentindo, é o momento final de libertação e só precisam suportar um pouco mais e irão ver que todo o trabalho valeu muito a pena.

O que acontece sobre a Terra, de uma forma geral e positiva, é o resultado dos bombardeios da sua estrela maior, o sol, esse poderoso anjo de luz tem enviado à Terra rajadas de energias transformadoras e purificadoras. Para muitos, essas energias causam dor, desconforto extremo e agonia. Como mencionado, não adianta a desarmonia, a revolta, raiva e fúria contra esse astro que não faz nada menos do que o seu papel solicitado pelo Criador. As energias solares que banham a Terra e causam certo desconforto para alguns, através do calor extremo, é, na realidade, uma bênção para vocês seres humanos e a resistência e crítica ao calor é, simplesmente, andar na contra mão da benção que está sendo enviada para vocês. Eu não digo que não devem se proteger do calor extremo, digo apenas que não devem reclamar e se irritar com ele, mas aceitá-lo como uma benção, já que a energia solar está varrendo a negatividade do planeta.

A energia do Sol tem entrado nos locais mais densos do seu planeta, tem entrando nos planos etéricos e limpado todas as zonas de conflito e de trabalho dos agentes escuros. Muitas áreas do etérico já foram limpas, completamente limpas das energias negativas que os envolviam. Muitos seres ditos “trevosos” foram pegos e levados para as nossas câmaras de recuperação e estão em fase de cura e libertação. Para muitos de vocês, a ação nossa de capturar e perdoar os irmãos que estiveram engajados nos planos das trevas é algo difícil de se entender, já que, na visão de alguns de vocês, eles deveriam ser punidos pelos seus crimes de forma severa. Irmãos de Shan, saibam que nós não somos juízes e não cabe a nós declarar sentença a nenhum deles. A sua própria consciência é sempre o juiz primário; ela dirá ao ser o que ele precisa fazer adiante. Sim, como patrulheiros da ordem universal, nós impedimos o rompimento de determinados limites e capturamos e mantemos em prisão magnética aqueles que infringem as regras de ordem universal. Independentemente disso, nós não os julgamos ou condenamos como sendo seres inferiores a nós e menos dignos do amor e da luz que temos a oferecer. Nós amamos a todos e capturar e prender seres de baixa vibração não significa que amemos menos e os honremos menos. O seu conceito de justiça ainda é diferente do nosso. Muitos dos seres que prejudicaram a Terra no seu passado linear, hoje trabalham conosco a serviço do Criador e decidiram assim fazer para resgatar o que deixaram para trás. Somente o amor, a compaixão e a caridade é que colocam vocês em uma posição de paz e harmonia interior. 

Há muitos outros que estão, agora mesmo em que falo com vocês, sendo capturados pelas nossas equipes em Terra e em volta da Terra. A captura é sempre harmoniosa e, em nenhum momento, deixamos de honrar a centelha divina existente em cada ser da criação. Todos são amados e respeitados acima de tudo. Não há violência da nossa parte e, quando essa é usada por eles contra nós, a nossa tecnologia pode impedir tal feito imediatamente. Ou simplesmente a nossa postura de amor e respeito para com eles é o suficiente para neutralizar o magnetismo negativo enviado contra nós. Assim, meus queridos seres humanos, vocês também podem neutralizar a negatividade enviada para vocês com uma postura de amor e honra pela centelha divina do seu próximo. Nenhum campo magnético de proteção é tão poderoso quanto o amor no coração. Amem e estarão protegidos de tudo que não for amor. 

Muitos nos perguntam do porquê não interferimos e impedimos as atrocidades cometidas contra a humanidade. Nós já respondemos a isso em mensagens anteriores. Em certos casos, nós não podemos interferir já que são vocês os criadores da sua realidade. As ações dos seres de baixa vibração são apoiadas por vocês quando desviam-se do amor. Como disse, também recentemente, cada perigo contra a sua vida e a do seu planeta é desmantelado a cada gesto de amor que praticam. Cada planejamento das trevas é desmantelado com uma ação de amor sua. Faça a sua parte. E deixe que faremos a nossa.

Em volta da Terra, encontram-se bilhões das nossas naves e elas estão aqui para assegurar a decisão que tomaram como um todo: VIVER EM PAZ. Acreditem que o cerco está completamente fechado e os das trevas não podem sair ou entrar neste quadrante sem que tenhamos conhecimento e agimos em interceptação.  Estão encurralados na superfície do seu planeta e vocês, como um coletivo, tem a chance de banhá-los com todo o seu amor e bênçãos. Oh, sim, irmãos! banhem-nos com o seu amor e luz, vibrem para que a centelha de luz dentro deles acenda cada vez mais brilhante, de forma a tirá-los do estado hipnótico. Está havendo uma varredura em todo o seu planeta e nenhum ser que deseje continuar nas trevas poderá permanecer aí, porque a Mãe Terra deu por encerrada a fase de dualidade extrema. O Pedido de Ajuda dela foi ouvido e nós estamos aqui para assegurar o fim do ciclo.

Se acreditam em nós, queridos, juntem-se a nós em vibrações positivas, abstendo-se de julgamentos. A ação dos que trabalham a serviço da Luz é sempre amorosa, porém firme. Nunca confundam firmeza com rudez. A firmeza é necessária às vezes quando lidam com indivíduos difíceis, mas lembrem-se sempre, somente o amor é e será a maior e mais poderosa arma.

Para findar a minha mensagem de hoje, eu peço que olhem sempre com muito amor para o seu semelhante, entendendo que ele também passa pelo mesmo que vocês. Sempre perdoem determinadas ações deles contra vocês, considerem dar amor em troca, ao invés de ódio e desejo de vingança. Não pensem que o perdão significa a isenção da responsabilidade de arcar com as conseqüências dos atos, mas o perdão é a energia poderosa que irá possibilitar que eles consigam se erguer e conquistar a sua redenção na luz.

Nós amamos a todos vocês de forma incondicional e nunca achem que estão abandonados. Nós estamos acompanhando-os de perto e, como dissemos, as nossas naves estão cada vez mais a dar sinais nos seus céus da nossa presença e do nosso apoio constante a vocês que estão em Terra, como membros integrantes das nossas equipes, a fazer a sua parte, assim como nós fazemos a nossa.

E assim é.

Bênçãos,

Seu irmão,

Ashtar.


Fonte: http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/